“Flow”, de Mihaly Csikszentmihalyi

“Flow”, de Mihaly Csikszentmihalyi

“Flow”, de Mihaly Csikszentmihalyi

Confira os principais pontos do livro:

1. A experiência geralmente ocorre quando enfrentamos tarefas que temos a chance de completar.

2. Para superar as angústias e depressões da vida contemporânea, devemos nos tornar independentes do ambiente social, de modo a não responder exclusivamente às recompensas e punições. Para alcançar essa autonomia, uma pessoa precisa aprender a fornecer recompensas para si mesma. Ela deve desenvolver a capacidade de encontrar prazer e propósito, independentemente das circunstâncias externas.

3. O passo mais importante para se emancipar dos controles sociais é a capacidade de encontrar recompensas nos eventos de cada momento.

4. Por estarmos totalmente envolvidos com cada detalhe de nossas vidas, sejam bons ou ruins, é que encontramos a felicidade, não tentando procurá-la diretamente.

5. Podemos experimentar o prazer sem qualquer investimento de energia psíquica, enquanto as distrações  acontecem apenas como resultado de investimentos incomuns de atenção.

6. Como nos sentimos sobre nós mesmos e a alegria que recebemos de viver dependem diretamente de como a mente filtra e interpreta as experiências do dia a dia. Se somos felizes, depende da harmonia interior, não do controle que somos capazes de exercer sobre as grandes forças do universo.

7. O prazer é um sentimento de contentamento que se alcança sempre que a informação na consciência diz que as expectativas estabelecidas pelos programas biológicos ou pelo condicionamento social foram atendidas.

8. O prazer é caracterizado pelo sentimento de novidade e de realização.

9. Quando a adversidade ameaça nos paralisar, precisamos reassumir o controle, encontrando uma nova direção na qual investir energia psíquica, uma direção que está fora do alcance de forças externas. Quando ficamos frustrados, precisamos buscar um objetivo significativo em torno do qual devemos nos organizar.

January 19, 2017