Lições de Jeff Bezos: aprenda com a incrível cultura da Amazon!

Lições de Jeff Bezos: aprenda com a incrível cultura da Amazon!

Neste primeiro artigo, referente ao tema “Empreendedorismo”, trago o case de uma grande empresa que não para de crescer e inovar: a Amazon.

O crescimento exponencial e a inovação da Amazon não são resultado de um passe de mágica, todas essas coisas fantásticas são resultado de uma sólida cultura empresarial.

No mundo acadêmico, a Amazon é um fascinante exemplo de uma organização ambidestra, ou seja, tem a capacidade de agir com as duas mãos: a direita, que mantém o negócio como está no momento, operando sem grandes mudanças; e a esquerda, que é totalmente diferente e separada da direita (inclusive fisicamente), é aquela que tem foco na inovação. Ter essa forma de operar, faz com que a empresa melhore seu negócio atual, ao mesmo tempo em que se atenta às tendências de negócios do futuro.

Sabemos que não é fácil construir uma organização ambidestra. Em sua carta anual aos acionistas, Jeff Bezos revelou algumas das estratégias que usa para projetar uma cultura empresarial incrível que tenha bases solidas e que, ao mesmo tempo, abra espaço para a inovação. A seguir, vamos citar os principais pontos dessa carta e, o mais legal: elas podem ser aplicadas em todo e qualquer tipo de negócio:

Evite que a cultura de sua empresa seja “engessada”

Apesar de possuir mais de 220.000 funcionários em todo o mundo, Jeff Bezos evita que sua empresa caia na maior armadilha das grandes corporações: a lentidão. Essas organizações tendem a se arriscarem menos e deixam passar grandes oportunidades. Já a Amazon nos mostra que é possível uma grande empresa ser uma máquina de inovações.
 

Primeiro os clientes, depois os concorrentes

Seus clientes são muito mais importantes que seus concorrentes. Eles são a fonte de energia que impulsiona sua empresa para o futuro. Por exemplo, a Amazon foi às ruas da Índia para entender as tarefas, dores e ganhos que os comerciantes enfrentam quando realizam compras e vendas online. A empresa descobriu que havia um grande interesse dessas pessoas em vendas online, mas que os vendedores acreditavam que esse era um processo longo, complexo e entediante.

A Amazon, então, teve a ideia de espalhar carrinhos que se comportavam como verdadeiros escritórios sobre rodas para ajudar aos comerciantes. Em cada carrinho, chamado de Amazon Tatkal, havia uma pessoa que colocava as empresas dos comerciantes online em apenas uma hora. Era oferecido um conjunto de serviços de lançamento, incluindo o registo, tratamento de imagens, catalogação de serviços, bem como os mecanismos básicos de treinamento do vendedor. Além disso, os carrinhos serviam chá, água e suco de limão para os clientes. Quer ideia mais inovadora? Em um período de quatro meses, a equipe viajou 15.280 km por 31 cidades, servindo 37.200 xícaras de chá e engajou mais de 10.000 vendedores!

A Amazon “saiu do prédio” e interagiu com os clientes da Índia para realmente entender o que o mercado precisava. Ao invés de se ocupar com os concorrentes, a equipe da Amazon foi diretamente às pessoas para entender como o seu serviço poderia ser mais atraente e útil para elas.
 

Tenha uma grande vontade de inventar e ser pioneiro

A Amazon Marketplace, Amazon Web Services e Amazon Prime transformaram Amazon em um gigante global. As apostas ousadas de Jeff Bezos construíram pilares que sustentam as próximas apostas ousadas que a empresa fará. Ele acredita que o tamanho de sua empresa não deve pará-la, mas que pode ser uma vantagem para alcançar o sucesso. As grandes empresas têm a vantagem dos grandes orçamentos e recursos que podem alimentar sua busca por oportunidades futuras.

 

Sem medo de falhar

Não se engane: a Amazon falhou muito de sua origem ao topo. Mas Jeff acredita que os erros e a inovação andam de mãos dadas e não teme o fracasso. Para ele, os experimentos fazem a empresa aprender e crescer. Além disso, nos ensina que nossas empresas são o melhor lugar do mundo para falhar. A Amazon se arrisca constantemente em experiências e é criticada por economistas por suas apostas, mas nada disso impede Jeff Bezos de continuar sua jornada de inovação.

 

E você? O que pode implantar na cultura de sua empresa para que ela continue sempre para o alto e avante, assim como a Amazon?

Perguntas para reflexão

1. Quais são os resultados do crescimento de sua empresa?

2. Quais são os comportamentos positivos e negativos que ocorrem em sua empresa? Como essas ações podem impactar seus resultados?

3. Quais são as diretrizes ou comportamentos em sua cultura atual que potencializam o crescimento de sua empresa?

4. Quais são as políticas, rituais e regras que podem ajudá-lo a atingir o crescimento e os resultados que deseja?

 

Esta é uma maneira simples de começar a ter uma visão ampla como a Amazon. Espero que esse artigo tenha contribuído para que você comece a viver a inovação em seus projetos e empreendimentos.

 

 

Texto inspirado no artigo “How Jeff Bezos Maintains Amazon’s Killer Company Culture”, de Kavi Guppta, Strategyzer Blog.

0 Comments

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WordPress spam blocked by CleanTalk.