Quando a empatia acontece: Facebook lança ferramenta para ajudar vítimas de catástrofes

Quando a empatia acontece: Facebook lança ferramenta para ajudar vítimas de catástrofes

Quando a empatia acontece: Facebook lança ferramenta para ajudar vítimas de catástrofes

A empatia é a nossa capacidade de nos colocarmos no lugar do outro e, assim, nos conectarmos de uma maneira única, a partir desse sentimento. É a empatia que nos move a ajudar alguém em dificuldades e nos faz nos envolvermos com as situações do outro.

Quando isso é incorporado nas empresas, o resultado é sempre surpreendente, como no caso da ferramenta “Safety Check”, do Facebook.

Lançada há cerca de 3 anos e ativada centenas de vezes pelos usuários, a “Safety Check”, ou “Verificações de Segurança” a partir dessa semana está sendo usada com outra finalidade: ajudar os usuários a encontrarem comida, abrigo, transporte, suprimentos para bebês, artigos de higiene pessoal, equipamentos e outros recursos necessários no caso de catástrofes. A “Safety Check” foi criada, originalmente, para facilitar um comportamento dos usuários da rede social: facilitar aos usuários o hábito de avisarem à família e aos amigos que estão seguros após catástrofes ou acidentes.

Novo recurso promete ser útil nos momentos em que as pessoas mais precisam estar conectadas. (Imagem: Facebook)

A nova ferramenta, agora chamada de “Community Help”, permite que as pessoas enviem mensagens diretamente a outros usuários do Facebook para encontrarem ou oferecerem ajuda e os posts são organizados por local e categoria de solicitação. Inicialmente, o Facebook disse que o recurso estará disponível após “catástrofes naturais e acidentais”, como terremotos ou incêndios. E foi lançada nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Índia e Arábia Saudita, com planos de expansão para todos os países em outros tipos de riscos, como ataques terroristas.

“Com o Community Help, as pessoas podem encontrar e receber ajuda diretamente de outras pessoas depois de uma catástrofe. Esse recurso permite que as pessoas fiquem conectadas”, afirma Naomi Gleit, Vice Presidente de Product Management for Social Good do Facebook. “Nós vimos a comunidade fazer isso por conta própria através de grupos e posts, como no caso das enchentes em Chennei, na Índia, em 2015, mas sabíamos que poderíamos fazer mais para ajudá-las”, continua Naomi Gleit.

O Facebook implantou a ferramenta “Community Help” depois de observar o imenso esforço de ONGs, comunidades e outras organizações aplicado em grupos da rede social para mobilizar e ajudar pessoas apps grandes tragédias. Para consolidar a ferramenta, o Facebook realizou entrevistas com pessoas que passaram por catástrofes para entender os pontos nos quais precisavam de ajuda e de que tipo de ajuda poderiam precisar.

 

Adaptado de: https://www.forbes.com/sites/kathleenchaykowski/2017/02/08/facebook-expands-safety-check-to-help-people-find-food-shelter-and-transport-after-crisis/#57cb367e3de0

0 Comments

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

WordPress spam blocked by CleanTalk.