pensamento_exuto_full

Pensamento Enxuto

Instrutores

Depoimento Participantes

É crescente o interesse do Brasil e do mundo pelo modo como a Toyota construiu o mais robusto sistema de produção, transformando-se na montadora do carro mais vendido do mundo. Ao Sistema de Produção Toyota (TPS), o ocidente deu o nome de produção enxuta (lean manufacturing). Nós o chamamos de Pensamento Enxuto pela abordagem humana que utilizamos, fundamentada na mudança de paradigmas necessária para o seu sucesso.

Trabalharemos os conceitos que são aplicados em todo o mundo nos mais variados setores. O poder desses conceitos já foi comprovado por montadoras de automóveis, hospitais, supermercados e até organizações sem fins lucrativos.

O workshop, desenvolvido com foco em pessoas, busca despertar o comprometimento com a organização e a motivação no trabalho. Esse é o verdadeiro fator chave de sucesso na implantação da produção enxuta. E isso só é possível com um forte engajamento da liderança. Ela é a principal responsável pela condução da mudança de comportamento que contagiará a organização com a melhoria contínua de processos, produtos e serviços.

As 7 Perdas da Toyota

Esse desempenho é alcançado através da intolerância ao desperdício. Todos buscam identificar através da observação e vigilância permanentes os 7 tipos de desperdícios, sintomas de que algo está errado no processo: (passe o mouse nas imagens abaixo e descubra)

Superprodução

Superprodução

Fazer algo a mais ou antes do que é necessário. Gera estoque e despesas desnecessárias, além de expor a equipe aos riscos inerentes a produção sem necessidade.

Estoque

Estoque

Armazenamento de materiais e equipamentos sem necessidade gera imobilização financeira e riscos de perda por armazenamento incorreto, ação do tempo, deterioração, entre outros;

Processamento Excessivo

Processamento Excessivo

Executar atividades além do que é necessário aumenta o tempo de produção do produto e consequentemente o custo de produção e o desgaste da equipe;

Defeitos

Defeitos

Os erros na produção desperdiçam matéria prima, geram retrabalho, comprometem o tempo de produção da equipe e desgastam equipamentos além do necessário gerando paradas e manutenções;

Transporte

Transporte

O leva e traz de peças, componentes e equipamentos também aumentam o tempo de produção, ocupam a mão de obra com atividades que não agregam valor, geram custos de energia ou combustível desnecessários, dentre outros;

Movimentação

Movimentação

O movimento das pessoas para realizar atividades que não agregam valor também geram desgaste na equipe, perda de tempo produtivo, cansaço e consequentemente perda de produtividade;

Espera

Espera

Quando a mão de obra que deveria estar produzindo fica parada esperando por recursos como máquinas, materiais e/ou equipamentos, a organização perde produtividade aumentando o custo.

Público alvo e porque fazer o curso:

Profissionais Liberais e Pequenos Empresários

Melhore os resultados dos seus processos e equipe, aprenda como agregar mais valor a seus produtos e serviços.

Empresas

Desenvolva sua equipe de colaboradores com um tema que traz retorno eficaz em qualquer setor.

Gestores

Obtenha os melhores resultados no seu trabalho e da sua equipe.

 

Resultados do Aprendizado:

Diminuir as perdas

Racionalizar o uso de recursos

Aumentar a produtividade ('Produzir mais, consumir menos') e com isso a obter melhor rentabilidade da fábrica

Aumentar a maturidade das pessoas em 'Gestão da Produção'

Aumentar a motivação das pessoas

Melhorar a integração entre a área comercial e a fábrica produção