Como mentir com estatística

Como mentir com estatística

“Como mentir com estatística”, de Darrell Huff

“Como mentir com estatística” é um clássico que apresenta um tema considerado complexo pela maioria das pessoas: estatística. A obra, um verdadeiro clássico, foi publicada em 1954, mas os conceitos apresentados são extremamente válidos e devem servir como referência para profissionais que trabalham com análise e apresentação de dados e, principalmente, para aqueles que “consomem” os resultados desses estudos, no caso, nós.

O autor nos mostra como números que parecem exorbitantes são, na verdade, muito frágeis, como alguns desses números são totalmente falsos e como após uma análise detalhada pode derrubar muralhas de dados falsos. Além de exemplos divertidos, o livro conta com ilustrações consagradas do artista Irving Geis.

Com a leitura você vai aprender a identificar o blá blá blá por trás da divulgação de metas de um programa do governo, a identificar a farsa por trás do extremo crescimento de um candidato na ultima pesquisa de opinião eleitoral ou ainda as tentativas de desviar a atenção no comunicado de uma empresa responsável por um desastre ecológico, indicando que ela plantou duas mil mudas de árvores nativas.

Confira os principais pontos da obra:

-Erros por pesquisas de amostragem.

-O uso inapropriado do conceito de média.

-A manipulação consciente ou não de gráficos para causar um determinado impacto.

-Porque é extremamente difícil encontrarmos uma amostra aleatória que seja fiel.

-A confusão entre correlação e relação de causa e efeito.

-Como contestar uma estatística: Um guia com cinco recomendações simples para se identificar a “pegadinha” por trás de dados aparentemente sólidos.

September 14, 2017